free web
stats

PT TRAINS Modelismo Ferroviário – um novo fabricante

O mercado português de modelismo conta com mais 1 fabricante de modelos à escala H0. Trata-se da PT TRAINS Modelismo Ferroviário, de Gonçalo Ribera e de Bruno Luís.

Segundo Gonçalo Ribera, o mercado português mostra apetência para mais fabricantes industriais. O objectivo da PT TRAINS é complementar a oferta que existe actualmente quer de fabricantes industriais quer de fabricantes artesanais, com modelos por várias vezes desejados pelos modelistas portugueses. Como fabricante industrial, os modelos da PT TRAINS serão em ABS e chassis metálico.

Contentor de 40' HC da MSC

Contentor de 40′ HC da MSC

A PT TRAINS desenvolveu ao longo dos últimos meses uma comunicação alargada com vários operadores logísticos e marcas  nacionais e internacionais, para ter acesso à utilização da imagem e aos esquemas técnicos dos vagões a reproduzir, com desenvolvimento do projecto em colaboração com estes operadores.

É neste contexto que a PT TRAINS anuncia para o primeiro trimestre de 2019 a comercialização de contentores de 20 e 40 pés, sendo estes últimos tipo HC-high cube, com portas funcionais e detalhadas inclusive no seu interior, chão e interiores reproduzidos como na realidade.

Detalhe do vagão plataforma Sgnss

Detalhe do vagão plataforma Sgnss

Gonçalo Ribera refere ainda que “Fomos ao extremo de fazer moldes diferente do contentor da MSC que tem particularidades em relação aos demais que, segundo as nossas pesquisas, o tornam único no mundo à escala H0, assim como o vagão Sgnss cujo projecto contou com a colaboração do Departamento Técnico da Takargo, o qual em nome da PT Trains, muito agradecemos. As versões disponíveis serão dos operadores Takargo – uma delas limitada a 200 peças para comemorar os 10 anos da mesma -, Renfe, COMSA/Captrain e VTG contam com um detalhe excepcional: pratos de choque funcionais e os suportes para os contentores rebatíveis individualmente, exactamente como na realidade“.

Segundo Gonçalo Ribera “Este plano tem por base um projeto em que a PT TRAINS desenvolverá outro tipo de cargas que possam ser utilizados nestes vagões como uma versão para o transporte de madeira com a qual contamos com a colaboração da Innofreight assim como a do transporte de bobines“.

Vista geral inferior do vagão plataforma Sgs

Vista geral inferior do vagão plataforma Sgs

Para o segundo semestre de 2019, também está confirmado o vagão plataforma Sgs nas versões CP e Medway, com cargas diversas, como por exemplo, equipamentos móveis/motorizados militares como o M113. Este modelo,  M113, não será realizado no mesmo momento.

Sobre o Sgs, Gonçalo Ribera refere que “Este vagão seguirá o padrão de qualidade que pretendemos impor nos nossos produtos. Nesse sentido, será executado em ABS e chassis metálico, pratos de choque funcionais, taipais, fueiros e os suportes para os contentores rebatíveis individualmente. Em estudo, uma surpresa nos bugies tão típicos da CP/Medway“.

No curto prazo, Gonçalo Ribera confirma que o projecto que está previsto para depois destes vagões plataformas, é o vagão carvoeiro Uaoos da Tejo Energia, referindo que é um exclusivo da PT TRAINS. Esta composição, para os amantes do modelismo de comboios de mercadorias, é um ícone das composições de mercadorias em Portugal, e que ao longo do tempo tem tido várias locomotivas titulares.

À questão sobre projectos a médio e longo prazo responde Gonçalo Ribera: “Já estamos a planear o futuro, sim, mas a nossa política é a de não anunciar projectos com demasiada antecedência e não cumprir com as expectativas dos entusiastas/modelistas“.

 As imagens deste artigo foram fornecidas pela PT Trains.