free web
stats

Grafiti no modo ferroviário – quadro legal brando para o impacto que tem

O quadro legal vigente, quando aplicado ao modo ferroviário, esta desfasado da realidade e isso torna Portugal como destino europeu apetecível para a prática do grafiter em comboios, alerta Luís Bravo, presidente do Sindicato Ferroviário da Revisão e Comercial Itinerante (SFRCI).

Na perspectiva de focar o impacto da prática ilegal deste acto de vandalismos em material circulante, na rotina dos trabalhadores e dia-à-dia dos utentes, a webrails.tv falou com dirigente sindical.

Artigo completo encontra-se disponível para subscritores.