free web
stats

Comboios Noturnos em tarde temática no CEC

Decorreu no sábado 8 de Junho de 2019, mais uma tarde temática de modelismo no CEC, Clube de Entusiastas do Caminho-de-Ferro.

No programa previsto para 2019, o clube introduziu alguns temas estreia, que foi o caso neste encontro, dedicado aos comboios nocturnos de passageiros. É um tema muito vasto, e que permite muita imaginação, pois foi um tipo de composições que existiu em todos os continentes. E também, originaram muitas histórias, desde a história factual real do desenvolvimento de ligações entres localidades muito distantes, ainda no século XIX, como histórias de romances, de mistério, de crime, etc.

Mod_CEC_nocturnos_01Foi portanto um tema que deu as mais variadas hipóteses para os modelistas participantes poderem dar largas à imaginação, pois foi desde cedo que os fabricantes produziram modelos de carruagens que as companhias utilizavam nestes serviços, sendo as mais comuns da CIWL e da MITROPA. Mas os modelos não se esgotam nestes dois casos, mas também na carruagens apelidadas de couchettes, ou literas, sleepers, schlafwagen, cuccette, slepperettes, … para mencionar as denominações europeias mais conhecidas.

Estas composições existiram praticamente em todas as companhias da Europa e não só. Representavam a possibilidade para cada vez mais passageiros poderem viajar nestes comboios, sem ser nos lugares comuns sentados, mas deitados, proporcionando um pouco mais de conforto. Também neste âmbito, os fabricantes de modelos também não se tem feito difíceis em lançar cada vez mais modelos que representam este tipo de carruagens.

Em Portugal também existiram diversos comboios que utilizaram estes tipos de carruagens, sendo os mais conhecidos o Sudexpress, o Lusitânia, e o Porto Algarve, uma composição sazonal que utilizou as carruagens camas que a CP adquiriu à CIWL no final dos anos 1970.

Mod_CEC_nocturnos_02Nas composições presentes, destacam-se uma composição composta por um misto destas carruagens, camas e couchettes, como muitas que circularam na Europa, a que não faltava uma carruagem bar, rebocada por uma BB 22000 da SNCF. Por contraponto, circulou a versão experimental do ICE V, um comboio de alta velocidade, em alimentação alterna, que factualmente foi uma séria ameaça há existência dos comboios nocturnos.

Para além da maioria das carruagens camas e couchettes ainda em estado de funcionamento pertencer a companhias que desenvolvem viagens charter, actualmente, em alguns países como a Áustria, a Suiça e a Suécia, volta a falar-se insistentemente no reaparecimentos destas composições, como é apresentado no artigo de Rafael Machado, na webrails.tv.

Como não poderia deixar de ser, publicamos um pequeno vídeo com as composições que circularam na maqueta do clube.


a