free web
stats

Maket For You : em construção o layout da estação de Barca D’Alva

Mod_maket_barca_01

Edifico das cocheiras em fase inicial

Depois de edificar em H0 a estação do Barreiro Mar, peça presente na primeira Locomodels_Expo em Alverca, a Maket For You prepara nova incursão de fôlego no modo ferroviário.

Em produção está a construção, à escala H0, da estação fronteiriça de Barca D’Alva.

Localizada na linha do Douro, com movimento, a infraestrutura servia de terminal para ligações domésticas ou de passagem para tráfego internacional.

A cocheira de locomotivas surge como primeiro avanço na reprodução da antiga estação. As primeiras imagens do projecto, aspecto exterior e suporte do telhado, já circulam na rede e falam por si.

À webrails.tv António Marques, maquetista da Maket For You, explicou que a cocheira é um dos seis edifícios que serão construídos à escala e de raiz, para erguer a maqueta H0 com o layout do complexo ferroviário de Barca D’Alva.

Os edifícios, já reduzidos no papel ou ainda em partes por montar, foram desenhados a partir das plantas fornecidas pelo cliente, um ferroviário, que encomendou o projecto.

Entre as construções a reproduzir para erguer a maqueta estão o edifício da estação, a antiga cocheira situada junto a esta ou a casa que albergava a Guarda – Fiscal.

Na maqueta só o edifício de estação de Barca D’Alva tem 64 cm de comprimento.

Os armazéns, por outro lado, não necessitam de projecto. Uma vez que seguem a mesma linha de outros já produzidos pela marca, não foi necessário fazer pré-produção.

Mod_maket_barca_02

Estrutura de tecto

A diferença, refere o maquetista, está no comprimento dos armazéns de Barca D’Alva. São mais longos, talvez o dobro do cais coberto da estação do Pinhão.

As imagens da cocheira, entretanto libertadas, remetem para a segunda fase do projecto. A construção das infraestruturas do complexo ferroviário.

O avanço surge após pouco mais de dois meses ocupados converter os edifícios para a escala do projecto.

Assim, nesta fase, depois de terminada a construção da antiga cocheira de locomotivas, outros edifícios se seguirão.

Um cliente que queira a estação compra a estação. Um cliente que queira só as cocheiras leva só as cocheiras

O complexo da estação de Barca D’Alva – a cocheira quase em conclusão ou o edificado ainda por construir – não serão para comercializar em kit para montar.

Até porque, lembra António Marques, é maquetista. Realiza maquetas por encomenda. Estas podem ser de temática ferroviárias ou não.

No caso da estação de Barca D’Alva, refere, foi um pedido feito há algum tempo, mas que não houve disponibilidade para executar antes, e por isso só agora avançou.

Os edifícios, produzidos em cartão e madeira, “são peças completas, têm muito detalhe e dão muito trabalho a montar”. Exemplo disso é disposição da estrutura de barrotes que suporta o telhado da cocheira de locomotivas, que as imagens ilustram.

Por esta altura além da encomenda a equipa conta com mais dois pedidos.