free web
stats

Festival Black & White com COMBOIOS a Preto e Branco

Catalogo_pagina_61É já amanhã que se inicia na cidade do Porto mais uma edição do Festival de Cinema Black & White. O programa da edição de 2013 reserva duas tardes para curtas e documentários sobre caminho de ferro.

A programação ferroviária audiovisual comporta documentários  portugueses, e curtas premiadas pelo festival CineRail. À  conversa com Jaime Neves, da organização, ficamos a saber o mote de trazer o tema “comboios” à programação do festival que celebra a  escala de cinzentos na imagem em movimento. “Abordamos a temática do comboio porque à semelhança do cinema é uma temática que cativa grandes paixões.  Associamos o comboio ao movimento… por entre paisagens agradáveis ou agrestes mas ultrapassando sempre obstáculos que à primeira vista parecem intransponíveis. Também o “Black & White” está em movimento. Também esta é um pouco a história do “Black & White”… ultrapassando obstáculos e insistindo chegar sempre a uma estação / edição seguinte. Um festival com 10 anos já percorridos…”

CP_2A 10ª edição conta com o apoio da CP Comboios de Portugal para as projecções de dia 24, a programação evoca a segunda metade do Séc. XX em registos documentais de época, e destaca a vida dos ferroviários e modernização do Caminho de ferro. Para Jaime Neves não é fácil destacar qualquer dos documentários que a CP ajudou a trazer ao festival ”  São todos documentos absolutamente indispensáveis do ponto de vista histórico e cinematográfico. São obras que muito dificilmente podem ser contempladas num grande ecrã de cinema. Considero esta uma oportunidade quase única para cinéfilos e amantes do caminho de ferro.”
CP_1A presença do CineRail é também um momento importante. “Todos os anos convidamos um festival com características muito particulares a estar presente com programação sua no “Black & White”. Este ano, e dado o destaque que fazemos à temática do comboio resolvemos endereçar o convite ao “Cinerail” pelas suas características tão peculiares.” A produção audiovisual de temática ferroviária ” Todos os filmes em competição, sejam eles documentários, animações ou obras de ficção têm de retratar o comboio.”
CP_3Para o Black & White o festival Cinerail preparou a seguinte programação que passa no dia 23: “Le blues du chemin de fer” de Robert Paquin (Canadá, 2010, 6 minutos), “Lénfant de la ciotat” de Arnaud Debrée (França, 1995, 17 minutos), “Pirogues” de Alice Bohl (França, 2008, 7 minutos), “Jesus comes to town” de Kamal John Iskander (Estados Unidos da América, 2009, 13 minutos) e “LA 231 D 735” de Yves Clara (França, 1968, 14 minutos).
CP_4Os filmes portugueses “Memórias de uma ponte centenária”,   “A última viagem do comboio a vapor”“A inauguração da tracção diesel na Linha do Corgo”, “Caminho de ferro a Norte do Rio Douro”, “Alargamento da via”, vão ser os títulos que vão passar no dia 24 pelas 15 horas no grande ecrã do Black & White”. A  sessão tem prevista a presença de um representante do operador ferroviário histórico português CP Comboios de Portugal, que contextualizará os filmes. E, segundo a organização “O público presente poderá também intervir e participar activamente na sessão.”

Para a cerimonia de abertura do festival (22 de Maio – 22:00) está reservado o filme “89 mm para a Europa de Marcel Lozinski” (Polónia, 1993 – 12 minutos). Para Jaime Neves “um (ou talvez o) mais belo documentário sobre a temática do comboio.”

89 MM OD EUROPY |  Brest – Litovsk – A Fronteira. Entre a Polónia e a ex-URSS. A linha ferroviária europeia acaba aqui. Trabalhadores Bielorrussos têm que mudar vários milhares de rodas das carruagens. Este trabalho é observado, pelos passageiros da França, da Alemanha, da Holanda… Dois mundos distintos?

Tentamos também algumas reacções por parte do operador Comboios de Portugal, que não respondeu até ao fecho desta edição.