free web
stats

Metro adere a campanha da ONU contra a corrupção

O Metropolitano de Lisboa assinou a Call to Action Anticorrupção e aderiu à Campanha Anticorrupção da APEE – Associação Portuguesa de Ética Empresarial e da GCNP – Global Compact Network Portugal.

Com esta assinatura, o Metropolitano de Lisboa, em conjunto com as restantes 65 conceituadas organizações portuguesas, assume o compromisso de sensibilizar para o combate à Corrupção e de promover a Integridade, a Ética e a Transparência junto dos seus stakeholders e da sociedade em geral, numa mobilização à escala global pela integridade.

Neste contexto, destaca o Presidente do Conselho de Administração do Metropolitano de Lisboa, Vitor Domingues dos Santos, a empresa «tem assumido nos princípios estruturantes da sua atividade no domínio social, cultural, ético e de desenvolvimento sustentado, os valores e os compromissos do Pacto Mundial das Nações Unidas, “Global Compact”, entre eles, a luta contra todas as formas de corrupção».

No evento de celebração do Dia Internacional Contra a Corrupção, em dezembro de 2019, em Lisboa, foram apresentados os próximos passos a dar pelos signatários: o lançamento da PPI – Plataforma Portuguesa para a Integridade, no próximo dia 4 de março.

A PPI- Plataforma Para a Integridade vai definir uma estratégia de combate à corrupção, em Portugal, em articulação com o UN Global Compact das Nações Unidas, reunindo, de forma voluntária, as organizações signatárias da Call to Action Anticorrupção.

A iniciativa é uma resposta à Call to Action Anticorrupção, lançada pela UN Global Compact, que incentiva a promoção e a tomada de medidas de transparência, integridade e boa governação, e a adoção do seu Princípio 10, de acordo com o qual «as organizações devem combater a corrupção em todas as suas formas, incluindo extorsão e suborno».

Em Portugal, a Campanha estende-se a todas as organizações – públicas, privadas, com e sem fins lucrativos – com o objetivo de que estas promovam a integridade e boa governação, numa iniciativa que pretende chegar a toda a sociedade portuguesa.

Enquadrar os princípios estruturantes e os valores nucleares do Metropolitano de Lisboa num conjunto de regras éticas e deontológicas, a observar na ação quotidiana da Empresa e adotar medidas que promovem a integridade pessoal e empresarial, são algumas das principais estratégias que a empresa tem implementado, desde há vários anos, no exercício do serviço público de transporte urbano de passageiros que diariamente presta aos seus clientes.

ML