free web
stats

Metropolitano de Lisboa reforça campanha de comunicação sobre medidas de segurança COVID-19

Na sequência das medidas de desconfinamento publicamente anunciadas e tendo em vista a retoma gradual da economia, o Metropolitano de Lisboa reforçou junto dos seus clientes as suas recomendações sensibilizando para a utilização apropriada deste meio de transporte e para adoção das boas práticas em matéria de saúde pública que têm vindo a ser frequentemente emanadas pela Direção Geral de Saúde (DGS).

Prevendo um aumento gradual do número de passageiros em toda a rede e com vista a garantir a utilização, com segurança, deste meio de transporte, o Metropolitano de Lisboa reforçou a campanha informativa de comunicação sob a assinatura “Por si e pelos outros” com o objetivo de alertar os seus clientes para a importância do cumprimento das recomendações da DGS na utilização do metro no atual contexto da pandemia causada pela COVID-19.

Com esta campanha o Metropolitano de Lisboa aposta na consciencialização dos clientes para os comportamentos recomendados, promove o civismo e a boa conduta, valorizando a saúde pública e o respeito pelos outros.

A campanha de recomendações na utilização do metro integra oito mensagens, através da partilha de um conjunto de comportamentos e de atitudes que fomentam a adequada utilização deste meio de transporte, nos termos das recomendações emanadas pelas entidades de saúde pública.

Assim, frases como “No metro utilize sempre máscara”, “Mantenha a distância de segurança”, “Lave ou desinfete as mãos”, “O uso de máscara é uma medida de proteção adicional ao distanciamento social, à higiene das mãos e à etiqueta respiratória”, “Evite aglomerações nas entradas e saídas das carruagens”, “Evite viajar nas horas de ponta” e “Evite utilizar o elevador” poderão ser frequentemente vistas e ouvidas em toda a rede de metro, bem como noutros suportes comunicacionais privilegiados para o efeito. Acresce a ligação ao hashtag da DGS #SejaUmAgentedeSaúdePública.

A presente campanha encontra-se presente nos canais digitais do Metropolitano de Lisboa (site, Facebook e Instagram), nas estações (difusão de mensagens no sistema sonoro e escrito, mupis, rede TOMI e sinalética aplicada no pavimento, nas paredes e nos equipamentos) e no interior dos comboios (cartazes afixados nos suportes destinados para o efeito, sinalética nos vidros e pegas). Para além destes suportes comunicacionais, o Metropolitano de Lisboa recorreu, igualmente, à divulgação desta campanha no Canal Lisboa.

Esta campanha prevê a identificação de diversas marcações de distância entre clientes com faixas no chão, junto às máquinas automáticas de venda de títulos, postos de venda e Espaço Cliente. Ao nível dos cais das estações, foi também colocada sinalética no pavimento, alertando os clientes para a necessidade de manter a distância social de segurança. Foi, ainda, colocada sinalética nos ecrãs das máquinas automáticas de venda de títulos e nos canais de validação.

Vitor Domingues dos Santos, presidente do Conselho de Administração do Metropolitano de Lisboa, afirmou que «com esta campanha de comunicação pretende-se apelar à continuação das medidas sanitárias sugeridas pela DGS procurando contrariar o relaxamento natural depois de meses de confinamento».

Trata-se de uma campanha de autoria da Direção de Clientes do Metropolitano de Lisboa.

Esta campanha veio complementar todas as restantes medidas que o Metropolitano de Lisboa tem vindo a implementar, desde março de 2020, designadamente as alterações de serviço (adaptações da oferta dos comboios face à procura verificada, alterações de horários dos serviços de atendimento e apoio ao cliente), o reforço de limpeza, a higienização das estações, comboios e equipamentos, e outras medidas de segurança implementadas a nível dos clientes e dos trabalhadores.

ML