free web
stats

Esclarecimento IP – Investimentos Ferrovia2020 potenciam redução do tempo de viajem no transporte ferroviário de passageiros

Boa tarde

 

Relativamente à noticia publicada hoje no jornal Público, intitulada “Estado investe 2000 milhões nas linhas mas comboios não aceleram” a Infraestruturas de Portugal entende ser importante o seguinte esclarecimento:

É falso que a concretização dos investimentos que a Infraestruturas de Portugal está a desenvolver no âmbito do Ferrovia2020, não seja promotora de importantes reduções dos tempos de viajem também para o transporte ferroviário de passageiros.

É correto que o Ferrovia2020 tem como objetivos centrais a potenciação do tráfego ferroviário de mercadorias.

Não obstante, a execução destes irá permitir o aumento das velocidades comerciais praticadas pelos operadores ferroviários, sendo especialmente relevante a redução de tempos de percurso possibilitada pela nova ligação Évora / Elvas, pelas eletrificações das linhas do Algarve, Oeste, Douro e Minho e pela supressão de limitações de velocidade nas linhas do Norte e Beira Alta.

Estas intervenções garantem ainda a circulação de comboios com melhores desempenhos (com melhores tempos de percurso) e, muito importante, a eliminação dos tempos associados às mudanças de comboio elétrico para diesel.

Em termos concretos, assinala-se, a título de exemplo, algumas das reduções de tempos de percurso para passageiros potenciadas pelos investimentos que a IP tem em curso nas infraestruturas:

 

• Ligação Lisboa a Elvas e Espanha: redução de 2h30 (passando para menos de metade do atual serviço)

• Ligação Lisboa a Guarda: redução superior a 25 min (passando a ser possível serviços tanto pela Beira Alta como pela Beira Baixa)

• Linha do Algarve (Lagos / Vila Real de Santo António): redução de 25 min

• Linha do Oeste (Lisboa / Caldas da Rainha): redução superior a 35 min

• Linha do Minho (Porto / Valença): redução de 12 minutos

 

Importa também esclarecer a insinuação noticiada de que a cidade de Elvas “nem terá uma estação de passageiros”.

O investimento que a IP tem em curso na nova linha entre Évora e Elvas contempla a eletrificação da atual estação de Elvas e de todo o troço que lhe dá acesso, o que possibilita a criação de novos serviços de passageiros entre Lisboa / Évora e Elvas, com redução do tempo de trajeto já atrás identificada.

IP