free web
stats

Metro de Lisboa prevê restabelecer a circulação na totalidade da linha Azul a partir das 23:00 horas de hoje

O Metropolitano de Lisboa informa que, após vistoria do Metropolitano de Lisboa e do LNEC- Laboratório Nacional de Engenharia Civil, estão reunidas as condições técnicas e de segurança para a reposição da normal circulação na linha Azul, estando previsto o restabelecimento da circulação na totalidade da linha Azul a partir das 23:00 de horas hoje, dia 1 de Outubro.

A circulação encontrou-se interrompida no troço Laranjeiras e Marquês de Pombal da linha Azul, desde as 14:30 horas do passado dia 29 de setembro, na sequência da perfuração da abóbada do túnel do Metropolitano de Lisboa entre as estações S. Sebastião e Praça de Espanha. Esta ocorrência teve origem num erro técnico na obra que decorre à superfície da responsabilidade da Câmara Municipal de Lisboa.

O Metropolitano de Lisboa, dando cumprimento aos procedimentos internos, mobilizou, de imediato, para o local, a sua equipa técnica e o LNEC, tendo criado, em simultâneo, uma Comissão de Análise para apurar as condições em que se deu o incidente e encontrar uma solução que permitisse uma rápida reposição da circulação nas condições ideais de segurança.

Foi igualmente aberto Inquérito com vista o apuramento dos danos infligidos à superestrutura, infraestrutura e material circulante envolvido, bem como os restantes prejuízos causados, direta e indiretamente, à empresa, pela reposição com a maior brevidade das condições necessárias ao normal funcionamento dos serviços de exploração.

Encontrada a solução, que foi validada pelo LNEC, tiveram início, no dia 29 de setembro, os trabalhos preparatórios com vista à betonagem definitiva de reparação da abóbada do túnel, betonagem que começou pelas 17:00 do dia 30 de setembro e foi concluída pelas 20:00 desse mesmo dia. Depois de reunidas as devidas condições foi retirada da cofragem provisória do interior do túnel.

Foram, também, realizados os trabalhos de reposição das infraestruturas elétricas, telecomunicações, sinalização ferroviária e reparação dos danos causados na via férrea.

O Metropolitano de Lisboa agradece aos seus clientes a compreensão manifestada durante o período de encerramento temporário do troço Laranjeiras/Marquês de Pombal da linha Azul em que os trabalhos decorreram, reafirmando o seu esforço no sentido de continuar a promover a mobilidade sustentável, seguindo os melhores padrões de segurança, rapidez e qualidade.

O Metropolitano de Lisboa sublinha, ainda, a colaboração de todos os trabalhadores da empresa que, através do seu empenho e profissionalismo, trabalharam continuamente, desde a hora em que se verificou o incidente, com as entidades envolvidas e que, desta forma, tornaram possível a rápida resolução da situação.

ML