free web
stats

Metropolitano de Lisboa conclui a segunda fase de Modernização das Escadas Mecânicas da Estação Baixa Chiado

O Metropolitano de Lisboa, no âmbito do Plano de Desenvolvimento Operacional da Rede e das intervenções de beneficiação de acessibilidades e modernização de equipamentos mecânicos, concluiu a segunda fase de modernização das escadas mecânicas da Estação Baixa Chiado, tendo sido substituídas três escadas por um equipamento novo, mais resistente, face ao elevado fluxo de passageiros que se verifica nessa estação.

As escadas da estação Baixa-Chiado encontram-se, assim, operacionais, sendo possível a sua normal utilização em ambos os sentidos (ascendente e descendente).

Esta substituição de escadas mecânicas, a realizar em três fases distintas, duas destas já concluídas, nomeadamente as escadas 7 e 8, concluídas em 2018 e as escadas 1, 3 e 5 agora finalizadas, contemplam um investimento de cerca de 795.000 euros.

Para este trabalho, o Metropolitano de Lisboa, recorreu a um método inovador, que permitiu a modernização destas escadas, aproveitando-se os respetivos chassis, elementos de grande robustez e peso.

Ainda que esta intervenção seja inovadora em Portugal, é habitualmente executada noutros países, nos casos onde se torna difícil a substituição de equipamentos, sem recurso a demolições, estragos ou encerramento de acessos.

Com este método economizaram-se recursos ambientais, evitando-se o encerramento do acesso, reduzindo-se, ainda, o transporte e a movimentação de pesos de grandes dimensões, com os consequentes estragos nos acabamentos da estação.

O Metropolitano de Lisboa trabalha diariamente com o propósito de garantir a todos os seus Clientes um serviço de qualidade e de excelência.

Como meio de transporte estruturante na mobilidade sustentável da cidade de Lisboa, reafirma o seu esforço no sentido de continuar a seguir os melhores padrões de qualidade através da aposta em novas formas de fidelização e de captação de novos clientes.

ML