free web
stats

Reforma do sector ferroviário em Angola privilegia gestão pública das infra-estruturas

Ministro dos Transportes, Augusto da Silva Tomás(30.05.2013) Hoje em Luanda, Augusto da Silva Tomás  ministro dos Transportes, informou que a reforma do sector ferroviário em curso no país tem como destaque a reserva para o Estado da gestão das infra-estruturas nos eixos Luanda/Malanje, Lobito/Luau e Namibe/Menongue.

Em declarações à imprensa, no final da 2ª sessão ordinária da comissão para a economia real do Conselho de Ministros, Augusto Tomas referiu que o Estado vai deixar a exploração comercial para a participação de entes privados.

Em função deste aspecto, disse haver a necessidade de se regular as bases gerais de concessões, das prestações de serviços nesse domínio, do transporte de mercadorias, passageiros, bagagens e as regras para fixação do tarifário.