free web
stats

MOTA-ENGIL no corredor de Nacala e Linha do Sena

Zamb dez 019

img : António Nabais

A MOTA-ENGIL informou, via comunicado publicado dia 16 de junho, que obteve a adjudicação de obras em Africa, para uma carteira de actividades que já alcança os 500 milhões de euros, e onde se incluem trabalhos a realizar em Angola e Moçambique.

No quadro de actividades referidas no comunicado do grupo português, no sector ferroviário vai ter a seu cargo as obras de reabilitação e adaptação da linha do Sena, e o projeto de reabilitação de 100 km de linha férrea do Corredor de Nacala, em Moçambique.

As obras adjudicas na linha do Sena  visam o aumento de capacidade da infraestrutura (linha férrea Beira-Moatize). “Os trabalhos, a realizar em parceria com a Edivisa, incluem intervenções importantes sobre a superestrutura da via em todo o traçado desde a Beira a Moatize (550 km) e destinam-se ao aumento de capacidade de transporte da infraestrutura, bem como à melhoria das condições de segurança da mesma. O valor do projeto ascende a, aproximadamente, 162,7 milhões euros.”

O corredor de Nacala comporta um projecto de reabilitação para a Seção 5. São 100 km no Malawi, entre Nkaya e Entrelagos, com a duração prevista de 14 meses. “Este projeto, com um valor de, aproximadamente, 78 milhões de euros, enquadra-se no Corredor de Nacala, infraestrutura de escoamento da produção do projeto mineiro de extração de carvão em Moatize, Moçambique.”