free web
stats

Linha de Goba, rio Umbeluzi vai ter nova ponte

Uma nova ponte ferroviária sobre o rio Umbeluzi, em Moçambique, vai ser construída próximo do local onde se encontra a actual. E que segundo informou a Direcção de Engenharia da estatal Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique, já opera abaixo dos padrões de segurança mínimos.

No comunicado citado pelo matutino Notícias, de Maputo, aquela direcção informa estar a decorrer o respectivo concurso público devendo as propostas das empresas interessadas ser apresentadas até à próxima terça-feira.

Quando a linha de caminho-de-ferro de Ressano Garcia esteve interrompida, a linha de Goba chegou a ser considerada como rota alternativa para o escoamento de mercadorias da África do Sul para o porto de Maputo e vice-versa, opção que rapidamente foi posta de lado devido a problemas de segurança detectados na ponte sobre o rio Umbeluzi.

Devido à falta de segurança naquela ponte, as autoridades ferroviárias sul-africanas chegaram a desaconselhar o uso da linha de Goba como rota alternativa para o escoamento de carga acumulada em Komatipoort, na África do Sul, durante o tempo que durou a interdição da linha de Ressano Garcia.

Com uma extensão aproximada de 226 quilómetros entre o Parque Industrial de Matsapa e o porto de Maputo, a linha de Goba tem capacidade para receber comboios com até 50 vagões circulando a velocidades que variam entre 50 e 60 quilómetros por hora.

De acordo com a Companhia de Caminhos de Ferro da Suazilândia, a linha de Goba está em boas condições tanto no troço moçambicano como no suázi, em resultado de obra de reparação que consistiram sobretudo na substituição das sulipas de madeira por outras, em betão, além da uniformização da via através da soldadura das peças que compõem os carris.

A linha de Goba tem estado a ser utilizada para escoar o açúcar produzido na Suazilândia através do porto de Maputo, com volumes entre 200 mil e 240 mil toneladas por ano bem como para importar a maior parte dos bens de que o país necessita.