free web
stats

Barreiro “Resistência e de Luto da Família Ferroviária”

DSC_1671Centenas de Trabalhadores ferroviários, Reformados e família marcaram presença na concentração realizada hoje, no Barreiro pelas 17 horas, numa jornada de luta sob a égide do luto e da resistência o “LUTO FERROVIÁRIO.

Depois de várias intervenções por parte das organizações dos trabalhadores e reformados foi decidido ocupar a linha de forma simbólica durante 10 minutos impedindo o comboio das 17,25 de sair.

A luta da família ferroviária, que por todo pais teve uma intervenção nas principais Estações Ferroviárias: Porto-Campanhã, Coimbra-B, Entroncamento, Administração da CP, Barreiro e Faro, com utilização de autocolante de “LUTO FERROVIÁRIO” e distribuição de documentos.

O dia de “resistência e de luto da família ferroviária”, teve como grande objectivo lutar contra as medidas que estão a ser tomadas, que visam atingir os direitos dos trabalhadores, destruir a componente social e o serviço público de transportes.

Luto e luta contra a destruição dos direitos conquistados, através de sacrifícios de gerações e gerações de Ferroviários.

O ataque às concessões que tem uma justificação pura e simplesmente ideológica. O que eles pretendem é “quebrar a espinha” a resistência dos trabalhadores.

Este dia 14 de Fevereiro foi um dia de resistência e luto dos ferroviários contra a brutal ofensiva que o governo está a desferir contra trabalhadores do activo e reformados

O nosso luto serve para mostrarmos ao País, com a mais projecção possível, o estado dramático para onde o governo da direita e a sua solícita administração estão, a atirar a Família Ferroviária desta empresa centenária.

Sub-ct Sado