free web
stats

Colóquio/debate “O Património Ferroviário do Barreiro que futuro?”

barreiroCartazNo sentido de discutir com a comunidade, dando ideias e contributos para a preservação e uso do Património Ferroviário do Barreiro, o Movimento Cívico de Salvaguarda do Património Ferroviário do Barreiro (MCSPFB), vai realizar um colóquio/debate sobre “O Património Ferroviário do Barreiro, que futuro?”, que terá lugar no dia 7 de Dezembro às 15,30 horas, no Espaço L, Antiga Estação do Lavradio.

 

O colóquio/debate, contará com a participação de várias opiniões, entre as quais a de Rui Lopo Vereador CMB, Humberto Candeias, ABPMF, tendo sido também convidados, a Junta de Freguesia do Barreiro/ Lavradio, CP, Refer, etc.

A história do Barreiro contemporâneo confunde-se com a do desenvolvimento industrial português, iniciado em meados do século XX com a introdução do caminho-de-ferro. Desde essa época o Barreiro, foi alvo de transformações profundas, cujas marcas estão bem vivas na cultura e na mentalidade das sucessivas gerações.

A realidade ferroviária faz parte da história e da memória do povo do Barreiro, nos seus diferentes aspectos da cultura material e imaterial. Trata-se de um legado que encontra expressão em diferentes testemunhos, desde a componente arquitectónica, à antropológica e sociológica, com expressão em vivências quotidianas, ofícios, saberes, profissões, modos de estar, sentir e viver.

Neste contexto, interessa valorizar e preservar para o futuro para o futuro, o legado da cultura ferroviária, como um dos pilares fundamentais da identidade cultural dos barreirenses.

Tal objectivo é desejável e possível de alcançar com a conjugação de esforços entre os organismos oficiais para o Património – Instituto Português do Património, (ex-IGESPAR) – as autarquias (CMB e Juntas de Freguesia), as empresas ferroviárias e afins (CP, REFER, EMEF, CP-CARGA, SOFLUSA, TRANSTEJO), e as associações de cidadãos viradas para a temática.