free web
stats

Novo parceiro da Vale no corredor de Nacala apontado para 2014

valeO grupo mineiro Vale deverá anunciar até ao final do primeiro semestre de 2014 qual o parceiro que irá assumir metade da participação de 70% no corredor logístico de Nacala, em Moçambique, afirmou o presidente do grupo brasileiro.

O corredor de Nacala é a infra-estrutura logística da operação moçambicana de carvão da Vale e engloba uma linha de caminho-de-ferro com uma extensão de 912 quilómetros e a modernização e expansão do porto de águas profundas de Nacala para escoar a produção da mina de Moatize.

Os restantes 30% deste projecto estão nas mãos da estatal Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique.

Citado pelo jornal O Estado de São Paulo, Murilo Ferreira disse ainda que o grupo está já a desenvolver esforços no sentido de encontrar um interessado na aquisição daquela participação, o que fará com que a Vale reduza o investimento no projecto, com um custo estimado em 4,4 mil milhões de dólares.

O director de Logística do grupo Vale, Humberto Freitas, disse que a linha de caminho-de-ferro de Nacala terá capacidade para transportar 22 milhões de toneladas/ano, dos quais 18 milhões da Vale, montante que poderá chegar a 50 milhões de toneladas se proceder à expansão das zonas de cruzamento das composições.