free web
stats

Fotografando Estações

ElvasAs estações de Elvas, Estremoz, Azaruja, Évora e Vila Viçosa, no alto Alentejo, foram o palco para  Associação Projecto Raia Alentejana (APRA) realizar um passeio fotográfico com mote ferroviário. A acção cultural aconteceu no dia 11 de janeiro, e serviu também para defender, valorizar e promover o património e a região.

O ponto  encontro para o passeio deu-se na Estação de mercadorias de Elvas pelas 8.30, o roteiro cumpriu-se em viatura própria. Segundo os promotores, na divulgação da acção junto do património ferroviário, para o dia do evento referia, “podem telefonar a qualquer hora do dia para saber por que Estação andamos.” Perto da hora do almoço foi o que fizemos em contacto telefónico com a APRA:

“Vamos fotografar Estações Ferroviária, um Património por vezes esquecido mas que traz muitas recordações”.

AZUlobatoFariaAlentejoAs estações da raia acolhem um vasto património azulejar que evoca cenários típicos do quotidiano de outras épocas e monumentos  portugueses. Por outro lado as estruturas ferroviárias expressas nos edificios da estação e estruturas de suporte e apoio respiram contrastes e sentimentos onde por vezes se vislumbra uma outra vida. O imaginário recupera cenas da vida ordinária temperada pelo calor, presa na rotina dos dias, e rigidez dos horários e ligações. Nas estações já perdidas pelo tempo, abandono e vandalismo, dos troços  encerrados há mais de três décadas, soma-se a natureza e a assinatura do homem sem futuro. Tópicos que ajudam a compor também mais um nível de enredo para guardar imagens.

arqueoNaturexA APRA é uma associação alentejana, tem como objectivo preservar e divulgar a identidade cultural da Raia Alentejana fomentando a economia através do Turismo. “Temos em mãos uma luta contra a desertificação do interior, uma luta contra o tempo, pois é nos mais velhos que reside o saber de gerações, aquilo que faz de nós portugueses. “