free web
stats

CFM aumenta frequência de comboios

angolaMap_cfmO Caminho de ferro de Moçâmedes (CFM) aumentou a frequência do comboio que semanalmente faz a ligação entre as provincías de  Huíla e Kuando-Kubango, para quatro circulações.  Dar resposta aos fluxos de passageiros, e sobretudo ao aumento de mercadorias provenientes  campo,  foram a justifição.

Segundo o director do gabinete de imagem e marketing do CFM, desde o recomeço da actividade  em Setembro de 2012, o CFM fazia circular um  comboio por semana no troço Lubango/Menongue, mas devido ao fluxo de passageiro e mercadorias foi necessário aumentar o numero de circulações para quatro. A esse propósito Jacob Hipólito referiu  “A empresa está preparada para dar resposta, à medida que a procura de passageiros e as solicitações das empresas para transportar mercadoria diversa aumente”.  O aumento de circulações teve inicio no dia 4 de fevereiro.

Em média, o CFM transporta cerca de 150 passageiros por comboio, e um volume considerável de mercadorias. O comboio que parte do Lubango para Menongue passa pelas estações dos municípios da Quipungo, Matala, Cuvango (Huíla) e Cuchi (Kuando-Kubango), num percurso de cerca de 500 quilómetros.
A composição que circula no troço Lubango/Menongue,  opera  com carruagens de terceira classe e uma de  segunda. O custo do bilhete varia em função do percurso, entre 1.540 e 2.305 kwanzas. Por outro lado, a operação ainda sofre de  algumas contigências, como é o caso das empreitadas ainda não terminadas nas passagens de nível na provincía do Namibe. Limitam a circulação, que sofre assim  alguns constrangimentos que limitam a regularidade.