free web
stats

Impactos do traçado ferroviário Sines-Caia sobre Évora na agenda do PEV

Estación-de-Évora.-1024x594A agenda do Partido Ecologista Os Verdes (PEV) contemplou, em reunião com o Sec. Est. das Infraestruturas, a passagem do corredor intencional sul na região de Évora. A abordagem aconteceu esta quinta-feira e veio na sequência de uma visita da Direcção Nacional do Partido Ecologista Os Verdes à capital do Alto Alentejo.

“As preocupações decorrentes da reunião e da visita, que já tinham sido transmitidas ao Governo, foram hoje novamente reafirmadas ao Secretário de Estado das Infraestruturas, numa reunião no quadro das conversações que o PEV vai mantendo com o Governo, no âmbito desta nova maioria Parlamentar, ocorrida hoje, por solicitação de Os Verdes, para abordar este problema”, adianta nota do PEV

A deslocação a Évora ocorreu a 17 de Março. Na saída a delegação do PEV teve oportunidade de visitar a zona de impacto, e ouvir  o Presidente da Câmara Municipal de Évora “sobre as suas preocupações em relação aos impactos negativos do traçado da linha ferroviária Sines-Caia, apresentada pela Infraestruturas de Portugal (IP), sobre a cidade de Évora”.

As preocupações da autarquia, refere PEV, tiveram acolhimento junto do Secretário de Estado, Oliveira Martins, “que na reunião se comprometeu a fazer novo estudo no qual serão avaliadas as alternativas sugeridas pela Câmara Municipal, por forma a evitar e a minimizar os impactos sobre a cidade Eborense, Património da Humanidade, e sobre a vida das suas populações”. Uma vez que para o Secretário de Estado das Infraestruturas, Oliveira Martins, ainda há tem  tempo para reavaliar a situação, sem que isto comprometa o calendário da obra ou o seu financiamento comunitário.