free web
stats

Aviso de greve no CFL não se concretizou

greveCFLSegundo informação recolhida no site do operador ferrovário de Luanda. As Comissões Sindicais do SIFA  e da STMPF apresentaram no dia  26 de março junto da administração do caminho de ferro de Luanda (CFL) uma Declaração de Greve para o dia 8  de abril.

Segundo fontes ligadas ao CFL, a ameaça de greve para hoje não foi concretizada  “os comboios estão a circular”.

A declaração de greve para a acção de protesto, teve por base 4 pontos. As reivindicações em causa apontadas na declaração: Assistência Médica e Medicamentosal, a Higiene, protecção e segurança no local de trabalho, o Direito dos trabalhadores transferidos , e o Pagamentos dos descontos no INSS.

Em comunicado a administração do CFL refutou as reivindicações. E lembrou ” a República de Angola é um Estado de Direito, onde consequentemente os Direitos dos trabalhadores estão plasmados na Lei”. E referiu que as reivindicações têm o dever de ” estar suportadas pela verdade e pelas Leis em vigor no ordenamento jurídico Angolano, sob pena de serem consideradas de má-fé, ilegais ou a coberto dos trabalhadores procurarem provocar a desordem pública”.

Foi procurada informação junto dos  sindicatos, mas até à publicação deste artigo não chegou nenhuma resposta.