free web
stats

Túneis espanhois congelam camiões na ferrovia para a Europa

Túneis espanhóis impedem o tráfego internacional de camiões portugueses por ferrovia para o centro e norte da Europa. O operador ferroviário Medway estudou o tráfego mas 3 obras de arte no percurso até à fronteira francesa congelaram a solução de transporte.

A empresa trabalhou a hipótese de carregar camiões em galeras e leva-los de comboio até França ou Alemanha, mas sem o rebaixamento de túneis em Espanha a solução bloqueou-se, adiantou Carlos Vasconcelos, presidente da Medway, à webrails.tv.

O registo foi recolhido no final da Conferência “Nó Ferroviário da Guarda: Distribuição & Logística”. O cenário colocou-se no segundo painel da sessão onde se abordou a reactivação do Terminal Ferroviário da cidade.

O tiro de partida deu-se com Egídio Lopes da K-LOG. O agregador de mercadorias colocou a oportunidade no retirar da cargas dos camiões que atravessam Espanha, e que circulam diariamente na A25, para o comboio na Guarda.

Artigo completo encontra-se disponível, 638 palavras, para subscritores.

O representante do sector rodoviário adiantou que esta é uma questão de competitividade. “É prática corrente colocar os reboques e camiões inteiros em navio. Por isso, no navio ou comboio é igual, é uma questão de competitividade e conjugar necessidades”.

A oportunidade do tema surge numa altura em que o Corredor Norte – linha da Beira Alta e troço Covilhã/Guarda da linha da Beira Baixa – tem previsto quase 700 milhões de euros em obras de modernização.