free web
stats

IP concorda em retirar ferrovia do centro de Faro

PDM_FaroA Infraestruturas de Portugal (IP) deu o seu “sim” ao desvio da linha do Algarve do centro Faro para a berma da nacional 125. A proposta consta no novo Plano Director Municipal (PDM) em discussão na capital algarvia.

A empresa Lugar do Plano, que elaborou o documento, garante que a posição da IP está em acta:

«A proposta da retirada da linha férrea da frente de Ria já vinha de trás, mas surge agora muito mais elaborada e já foi apresentada à Infraestruturas de Portugal. E foi aceite, temos em ata a aceitação da entidade responsável pela gestão da linha», explicou Pedro Ribeiro da Silva, da Lugar do Plano na apresentação do PDM esta quinta-feira, escreve a plataforma Sul Informação.

A Lugar do Plano foi a empresa contratada pelo Câmara de Faro para elaborar o novo Plano Director Municipal. O último data de 1995. O documento encontra-se em discussão publica desde ontem, altura em que foi apresentado à população na sede do Município, e pode ser apreciado até 26 de Fevereiro.

No PDM o traçado do caminho-de-ferro na cidade de Faro poderá ser alterado com a construção de uma linha paralela à variante EN 125.

“Prevê-se igualmente uma relocalização do percurso da linha de caminho-de-ferro de forma a diminuir o efeito barreira causado pelo mesmo (amas as alternativas propostas são menos intrusivas do que o atual sistema ferroviário). O percurso deixaria de entrar na cidade, passando a norte a mesma”, lê-se no PDM.

Para o canal deixado vago é sugerido o metro superfície. Que pode passar por um “sistema ferroviário ligeiro, onde se incluiu os metros ligeiros e os eléctricos (tram).

A proposta prevê ainda a criação de uma estação intermodal – rodovia, ferrovia pesada, metro de superfície e mobilidade suave – situada a Norte da EN12.

Os documentos que dão corpo ao PDM estão abertos à consulta pública e podem ser encontrados AQUI. Os comentários e observações à proposta podem ser feitos até 26 de Fevereiro.

No entanto, contactada fonte da IP, diz que a empresa Lugar do Plano não foi honesta nas declarações. Extrapolou o que foi falado nas reuniões.